Policiamento em motociata de Bolsonaro custou R$ 1,2 milhão em SP

Policiamento em motociata de Bolsonaro custou R$ 1,2 milhão em SP

Informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública

R7

Todo ato foi monitorado pelo sistema Olho de Águia

publicidade

A SSP-SP (Secretaria da Segurança Pública de São Paulo) informou que foram gastos mais de R$ 1,2 milhão com o reforço no policiamento em razão da motociata feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) neste sábado (12) na capital paulista. De acordo com a secretaria, 1.433 policiais atuaram exclusivamente nas medidas relacionadas ao deslocamento dos manifestantes ao longo dos 129 km do trajeto.

A ação contou ainda com dedicação de 5 aeronaves, 10 drones e aproximadamente 600 viaturas, entre motos, carros, bases comunitárias móveis e unidades especiais. Todo ato foi monitorado pelo sistema Olho de Águia, por meio de câmeras fixas, móveis, motolink e bodycams.

Motociata em SP

O presidente Jair Bolsonaro participou de uma 'motociata' com seu apoiadores na ruas da cidade de São Paulo, neste sábado (12). Intitulada "Acelera Pra Cristo", a manifestação teve percurso programado de mais de 100 km passando por vias importantes da cidade. A concentração teve inicio no Sambódromo do Anhembi e foi até o Obelisco, em frente ao Parque do Ibirapuera, na zona sul da capital.

Durante o evento, Bolsonaro não usou máscara para cumprimentar apoiadores. Equipes da Saúde e Segurança Pública flagraram a infração e autuaram Bolsonaro, além do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro Tarcísio Gomes (Infraestrutura). O valor da multa, para cada um, é de R$ 552,71.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895