Porto Alegre vacinará professores e profissionais da Educação da rede municipal

Porto Alegre vacinará professores e profissionais da Educação da rede municipal

Prefeitura tem a intenção começar a imunização a partir da próxima terça

Flavia Bemfica

Porto Alegre pretende vacinar professores e profissionais da Educação a partir de terça

publicidade

A prefeitura de Porto Alegre pretende vacinar professores e profissionais da Educação da rede municipal a partir da próxima terça-feira. A administração de Sebastião Melo irá se reunir para no final de semana definir os critérios de imunização. A ideia é começar pelos docentes que atendem crianças de zero a três anos. O plano é concluir a imunização de toda a rede municipal em 15 dias. 

Com esta decisão, a prefeitura da Capital quer avançar na vacinação contra a Covid-19, com uma expectativa de ir além do grupo de comorbidades e de outros grupos prioritários. A medida já foi tomada por uma série de cidades no restante do Brasil. 

"As pessoas precisam entender que sempre existiu um Plano Nacional Imunização e ele precisa ser obedecido. Se dependesse do prefeito, em janeiro já estava decidido. Nós esperávamos por uma brecha e ela apareceu ontem, então tomamos essa decisão na madrugada", explicou Melo durante a live Vozes da Cidade. "E esta medida é para a rede pública municipal e das creches conveniadas. Não teríamos perna para vacinar a rede estadual neste momento. Não podemos tomar decisões maiores do que as nossas pernas", acrescentou. 

O coordenador da Vigilância Sanitária de Porto Alegre, Fernando Ritter, explicou ainda que haverá vacinação em paralelo, atendendo diferentes grupos. Aqueles que têm comorbidade continuarão sendo atendidos pelas unidades de Saúde da Capital. "Desde o começo da campanha de vacinação, lutamos por esse direito e vamos seguir paralelamente a vacinação de grupos prioritários. É preciso dizer que não vamos conseguir vacinar todos os professores ao mesmo tempo. Vamos começar pelas menores, Educação Infantil e em seguida passando para o primeiro e segundo anos e assim vamos ampliando. Na segunda-feira, receberemos doses da Pfizer e vamos fazer isso", complementou Ritter. 

Previsão viável 

Conforme a secretária de Educação, Janaina Audino, informou que Porto Alegre pode vacinar já na próxima semana 3,5 mil professores que atendem alunos da primeira infância. "Estamos considerando também neste quantitativo os funcionários que cuidam da limpeza, merenda e a equipe diretiva. A previsão de imunizar todos os profissionais da Educação em duas semanas é bem viável. Depois, queremos começar com a rede privada e depois a estadual. Estamos conversando com os sindicatos para chegar no quantitativo de profissionais", comentou. 

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895