Professores protestam contra o governo do Estado na frente do Palácio Piratini

Professores protestam contra o governo do Estado na frente do Palácio Piratini

O não pagamento do 13º salário foi a principal motivação para a manifestação dos educadores

Cláudio Isaías

Grupo de professores do Estado protestaram em frente ao Palácio Piratini

publicidade

Os professores estaduais, com o apoio de escrivães e inspetores de polícia aprovados no concurso de 2018, realizaram na manhã desta terça-feira uma manifestação em frente do Palácio Piratini.  "Estamos chegando ao Natal e muitos docentes e funcionários estão sem o 13º salário. Quem conseguiu o benefício foi através de empréstimo no banco", ressaltou a presidente do Cpers/Sindicato, Helenir Aguiar Schürer. 

Segundo ela, a categoria está sem reajuste salarial há seis anos e sem nenhuma perspectiva de valorização da carreira. "Viemos dizer ao governador que ele está nos deixando neste Natal na miséria. Não temos a possibilidade de comemorar o Natal como gostaríamos. Se a gente tivesse dinheiro, a ideia era realizar uma ceia decente para os nossos familiares", lamentou.

O ato na frente do Palácio Piratini contou com a presença de integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT/RS). Em uma mesa colocada na Praça da Matriz, os professores escreveram em cartazes mensagens ao governo do Estado e ao Poder Judiciário.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895