Programa Cresce RS, da Assembleia Legislativa, é apresentado a empresários

Programa Cresce RS, da Assembleia Legislativa, é apresentado a empresários

Objetivo é definir carteira de projetos geradores de emprego e renda, prioritários para o desenvolvimento do Estado

Cláudio Isaías

Presidente da Assembleia, deputado Augusto Lara, discursou no evento

publicidade

O programa Cresce RS, da Assembleia Legislativa, foi apresentado nesta quinta-feira para empresários, em evento realizado pelo LIDE RS, no Porto Alegre Country Club. O encontro teve o objetivo de unir o poder público e a iniciativa privada em torno do desenvolvimento regional. A burocracia, o tamanho do Estado e a carga tributária foram os principais temas discutidos no encontro. O presidente da Assembleia, deputado Luís Augusto Lara (PTB), ressaltou que, entre as iniciativas do projeto, estão o prolongamento da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho e concessões de rodovias, ferrovias, hidrovias, parques e gás natural. 

"Pegar o que já está posto e dar velocidade, acelerar, em conjunto com a iniciativa privada. O Estado é um dos mais hostis ao desenvolvimento. Queremos tratar o investidor com respeito", ressaltou. Segundo Lara, o Cresce RS, que reúne os poderes Legislativo, Judiciário e Executivo, órgãos de Estado e associações empresariais, está criando um ambiente propício aos negócios no Rio Grande do Sul.  O objetivo é definir uma carteira de projetos geradores de emprego e renda, prioritários para o desenvolvimento do Estado, e unir forças para que a burocracia de tramitação, que pode levar até dois anos – aprovação de licenças ambientais, autorizações, pareceres e vistorias de órgãos públicos – leve apenas alguns meses.

Segundo Lara, a meta é destravar e possibilitar a retomada do crescimento econômico, por meio da viabilização e concessão de rodovias, ferrovias e Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs). Outra possibilidade apresentada por Lara está na simplificação de licenciamentos diversos (PPCI, ambiental, alvarás). “Vamos arregaçar as mangas e não mediremos esforços para tirar do papel essas obras que são o sonho de muitas pessoas e o progresso do Rio Grande do Sul”, explicou.

A iniciativa, liderada pela Assembleia Legislativa tem como finalidade monitorar e dar andamento a projetos de desenvolvimento econômico no Estado. São pelo menos 17 projetos que serão monitorados e destravados, segundo Lara, através da realização de seminários de monitoramento de projetos e ações estratégicas para o desenvolvimento do Estado no início de outubro e no final de novembro de 2019. Para 2020, os seminários de acompanhamento serão realizados a cada 90 dias.

O presidente do LIDE RS, Eduardo Fernandez, destacou a importância de aproximar o setor privado do público. “O Cresce RS tem esse viés de poder destravar os processos burocráticos”, comentou. “A gente sabe o quanto acaba, com o empreendedor, o excesso de burocracia”, acrescentou. O presidente do Grupo Record RS – parceira de mídia do evento – Reinaldo Gilli, considerou positiva a iniciativa. “O Cresce RS têm o total apoio do Grupo Record, porque nós precisamos empreender, criar alternativas e destravar aquilo que estava travado em nosso Estado”, acrescentou.

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895