PSDB suspende prévias após problemas em aplicativo

PSDB suspende prévias após problemas em aplicativo

Partido não definiu quando vai retomar votação, marcada por problemas neste domingo

R7

Sigla informou que excesso de acessos prejudicou aplicativo

publicidade

A executiva nacional do PSDB informou, no início da noite deste domingo, que a votação remota para escolha do pré-candidato à Presidência da República pela legenda foi suspensa, sem previsão de retorno para conclusão. Já os votos feitos em urna eletrônica foram concluídos às 18h.

- Dória e Leite falam em unir partido após votarem

"O processo de votação em aplicativo encontra-se pausado em razão de questões de infraestrutura técnica, que não comportou a demanda dos votantes das prévias. (...) O PSDB definirá nova data para reabertura do processo de votação para que todos os filiados que não puderam votar neste domingo possam, com tranquilidade e segurança, registrar o seu voto e concluir a escolha do nosso candidato às eleições presidenciais de 2022", informou nota.

O partido explicou que os votos registrados neste domingo estão preservados e o PSDB está definindo, junto com os candidatos, em que momento o processo será retomado. "A integridade e a segurança do sistema estão totalmente preservadas. Todos os votos registrados desde a abertura da votação neste domingo estão válidos e serão computados", frisou o partido.

O presidente nacional da legenda, Bruno Araújo, se reuniu na tarde deste domingo com os três pré-candidatos, os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e Arthur Virgílio, para discutir as ações a serem tomadas para finalizar as prévias. Até o fim da tarde, menos de 5 mil pessoas conseguido concluir a votação  pelo aplicativo. O partido possui mais de 44 mil filiados no país.

A proposta em discussão é deixar o aplicativo aberto para votação durante o restante da semana. Doria e Arthur se apoiam internamente e saíram juntos. Leite ficou reunido com Bruno Araújo e deixou o diretório nacional do PSDB por volta das 18h20min. O grupo deve voltar a se reunir à noite.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895