PSOL vai entrar com representação contra promoção de filho de Mourão

PSOL vai entrar com representação contra promoção de filho de Mourão

Novo cargo de Antônio Hamilton Rossell Mourão no Banco do Brasil causou polêmica nesta semana

AE

Filho de Mourão foi promovido a assessor especial da presidência do BB

publicidade

O PSOL informou que vai entrar, ainda nesta quinta-feira, com uma representação na Comissão de Ética Pública, da Presidência da República, contra a nomeação de Antônio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, para o cargo de assessor especial da presidência do Banco do Brasil. O caso foi revelado pela Coluna do Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

• "Se pudesse, teria o meu filho na minha equipe", diz Mourão

"A nomeação do filho do vice-presidente, uma semana depois da posse do novo governo, não foi apenas inadequada ou extemporânea. Ela fere princípios que devem orientar a administração pública. Diante da indignação popular com a nomeação, o governo deveria voltar atrás. Sem isso, não nos resta alternativa senão provocar a Comissão de Ética Pública da Presidência da República", afirmou o presidente do PSOL, Juliano Medeiros, por meio da assessoria de imprensa do partido.

A representação, de acordo com o PSOL, se baseia em decreto sobre o nepotismo.

Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895