PT pede anulação do sigilo sobre cartão de vacinação de Bolsonaro

PT pede anulação do sigilo sobre cartão de vacinação de Bolsonaro

Palácio do Planalto impôs sigilo de até 100 anos no cartão de vacinação do presidente

AE

PT entrou com pedido no STF para impedir sigilo no cartão de vacinação de Bolsonaro

publicidade

O Partido dos Trabalhadores (PT) protocolou nesta segunda-feira Ação Popular com pedido de liminar ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ato decretado pelo Palácio do Planalto que impõe sigilo de até 100 anos no cartão de vacinação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na ação, a sigla pede que o sigilo decretado seja suspenso e que os responsáveis pela decretação, no caso o Gabinete de Segurança Institucional e a Advocacia-Geral da União, sejam intimados a apresentar a decisão administrativa que classificou o documento como sigiloso.

O sigilo foi decretado após pedido de acesso à carteira de vacinação do presidente feito por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) pela coluna do jornalista Guilherme Amado, da revista Época. Segundo a presidência, o decreto foi feito porque os dados "dizem respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem" do presidente.

Veja Também

 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895