PTB intensifica movimento sobre PP de Porto Alegre

PTB intensifica movimento sobre PP de Porto Alegre

Trabalhistas convidam progressistas para encontro que pode selar aliança e apresentam alternativa para ocupação de cadeiras na Câmara

Flavia Bemfica

publicidade

Depois de o vice-prefeito Gustavo Paim (PP) anunciar na manhã desta sexta-feira sua desistência em disputar a prefeitura de Porto Alegre e enquanto o PP da Capital decide quais opções apresentará para deliberação na convenção deste sábado, a disputa entre PTB e MDB pelo apoio da sigla só aumenta.

A decisão do PP deve ocorrer até o final do dia. Mas, ainda antes do anúncio de Paim, os articuladores do MDB intensificaram os movimentos, durante a manhã, de forma a tentar atrair o PP para a aliança que tem o deputado estadual Sebastião Melo (MDB) como pré-candidato a prefeito.

Neste início de tarde, contudo, é o PTB que concentra esforços, e segue na dianteira. À frente das articulações, o presidente do diretório municipal petebista, Everton Braz, admite que a expectativa é grande no partido. “O apoio do PP sem dúvida significa um reposicionamento importante de nossa candidatura”, confirma.

Os dirigentes do PTB convidaram o PP para um encontro entre a tarde e a noite desta sexta, tão logo termine a reunião dos progressistas que trata da convenção, e com a participação do pré-candidato petebista, o ex-prefeito José Fortunati, a executiva municipal e vereadores. Além de reforçar o convite para que o partido indique o vice na chapa, estabelecer ampla ocupação de espaços em uma eventual futura administração e garantir que Fortunati não disputará a reeleição, o PTB acena com a oferta de que vereadores eleitos pelo PP também ocupem espaço no Executivo, se este for o desejo da legenda, abrindo espaço para que os suplentes na Câmara possam assumir os mandatos.

Enquanto isto, articuladores do MDB já dão como certo o apoio do PRTB à pré-candidatura de Melo. O PRTB e o Avante haviam fechado com Paim. Ambos terão convenção neste sábado. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895