Reforma da Previdência tem placar de 2 a 1 entre senadores do RS
capa

Reforma da Previdência tem placar de 2 a 1 entre senadores do RS

Lasier e Heinze tiveram votos favoráveis, enquanto Paim votou contra texto final

Por
Correio do Povo e Agência Senado

Lasier e Heinze tiveram votos favoráveis, enquanto Paim votou contra texto final

publicidade

O texto final da Reforma da Previdência foi aprovado pelo Senado na noite desta terça-feira. Com 60 votos favoráveis e 19 contrários, a PEC passou pelo pleito do 2º turno e será promulgada. Antes disso, os senadores terão que analisar quatro destaques previstos para esta quarta-feira.

Dos três senadores gaúchos, dois deles votaram a favor da reforma: Lasier Martins (Podemos) e Luis Carlos Heinze (PP). Já o petista Paulo Paim (PT) votou contra o texto que impõe mudanças para aposentadoria dos brasileiros.

Destaques

O primeiro destaque, do Pros, se refere à conversão de tempo especial em comum, ao segurado do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) que comprar tempo de serviço por insalubridade. O segundo, do PT, é relacionado à aposentadoria especial para o trabalhador em atividades exercida com exposição a agentes nocivos químicos, físicos e biológicos. O destaque da Rede trata da idade mínima para fins de aposentadoria especial decorrente de atividade com exposição a agentes.

O PDT apresentou pedido de votação destacada sobre a revogação dos regimes de transição atuais.