Renan diz que Senado checará informações dadas durante audiências da CPI

Renan diz que Senado checará informações dadas durante audiências da CPI

O anúncio foi feito após fala do líder do Cidadania na Casa sobre a disseminação de notícias após mentiras ditas por depoentes na Comissão

AE

O anúncio foi feito após fala do líder do Cidadania na Casa sobre a disseminação de notícias após mentiras ditas por depoentes na Comissão

publicidade

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que solicitou à Agência de Notícias do Senado para que designe jornalistas e profissionais da comunicação para a checagem das informações dadas durante as sessões da CPI.

"Requisitamos à Agência do Senado a designação de algumas pessoas para, juntamente com consultores e assessores da comissão compor essa agência de checagem que instantaneamente vai colaborar com a CPI, mas sobretudo com a verdade ao aclarar as circunstâncias todas", disse Calheiros.

O anúncio foi feito após fala do líder do Cidadania na Casa, Alessandro Vieira (SE), sobre a disseminação de notícias após mentiras ditas por depoentes na CPI. "Se dentro de uma CPI do Senado as pessoas se sentem no direito de mentir e de reproduzir falas que não correspondem à realidade, imagine o que vai acontecer no bar da esquina ou no grupo de WhatsApp da família?". "O apelo que faço é que se encontre algum mecanismo nesta CPI, que pode ser o de checagem de fatos, que pode ser um grupo de especialistas, mas é indispensável que a gente possa repor a verdade à cada loucura que é divulgada sob pena de prestarmos desserviço", completou.

O vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que presidia a sessão na ausência de Omar Aziz (PSD-AM), reiterou o pedido de Renan à Secretaria da Mesa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895