Reunião da Segurança Pública busca aquisição emergencial de viaturas no RS

Reunião da Segurança Pública busca aquisição emergencial de viaturas no RS

Integrantes da Força Nacional farão ação de reconhecimento em Porto Alegre

Correio do Povo

Reunião da Segurança Pública busca aquisição emergencial de viaturas no RS

publicidade

* Com informações do governo do RS

A primeira reunião de trabalho da Secretaria de Segurança Pública sob o comando do vice-governador José Paulo Cairoli ocorreu na manhã desta segunda-feira e foi realizada com a intenção de acelerar o processo de aquisição emergencial de viaturas para as polícias. Outra pauta que foi discutida no encontro foi a ampliação de vagas no sistema prisional para liberar mais ações da Brigada Militar (BM) com a Força Nacional. 

Nesse domingo, 120 agentes da Força desembarcaram em Porto Alegre, vindos do Rio de Janeiro para auxiliar a Brigada Militar no policiamento da capital, e foram recebidos pelo comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira, no 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), no bairro Praia de Belas. Com armamento próprio e 30 veículos, os integrantes da Força vão se juntar a outros 160 brigadianos para atuar na Operação Avante, principal ofensiva contra o crime em Porto Alegre. As ações serão comandadas pela Brigada Militar.

Para esta segunda-feira, está prevista uma ação de reconhecimento dos principais pontos da capital, por parte dos agentes da Força Nacional, acompanhados da Brigada Militar. Na terça-feira, começam as operações de policiamento ostensivo, após uma formatura às 6h na Academia de Polícia Militar.

A chegada da Força Nacional atende à solicitação do governador Sartori feita ao presidente da República em exercício Michel Temer na sexta-feira. O pedido foi provocado por uma mais uma morte durante um assalto em Porto Alegre. A representante comercial Cristine Fagundes foi morta a tiros na zona Norte da cidade. A partir do crime, o então secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, pediu exoneração, aceita por Sartori. 

Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895