Ricardo Salles chama Ramos de "Maria Fofoca" e expõe desgaste

Ricardo Salles chama Ramos de "Maria Fofoca" e expõe desgaste

Ministro Meio Ambiente atacou o ministro da Secretaria de Governo via redes sociais

AE

Salles tem informações de que Ramos trabalha para minar sua atuação no ministério

publicidade

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, atacou, nesta sexta-feira, nas redes sociais, o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, a quem pediu que pare com sua "postura de Maria Fofoca".

A publicação do ministro do Meio Ambiente acompanhou reportagem do jornal O Globo, que dizia que Salles estaria "esticando a corda com a ala militar do governo" ao afirmar que brigadistas do Ibama cruzariam os braços por falta de orçamento da pasta.

Salles tem informações de que Ramos trabalha para minar sua atuação no ministério. Um dos episódios que mais o incomodaram, segundo apurou o Estadão, foi o fato de Ramos ter atuado, junto ao Ministério da Economia, para que se priorizasse liberações para os ministérios da Infraestrutura e do Desenvolvimento Regional. Para o Ministério do Meio Ambiente, no entanto, a orientação foi para impor limites aos gastos.

Procurado, Ramos não comentou. Ao atender o Estadão, Salles limitou-se a dizer: "Esse assunto com Ramos está encerrado. Bola para frente."

A interlocutores, Salles demonstrou que acredita ter dado um recado claro ao general, tendo, inclusive, o aval do presidente para se manifestar. Ele tem dito que não tem planos de deixar a Esplanada.

Desgaste

O episódio expôs insatisfações sobre a atuação de Ramos, que há meses passou a nutrir fama de "vazador" de informações contra seus colegas - daí o apelido de "Maria Fofoca".

A ala ideológica do governo também tem reclamado de Ramos, pois vê nele um dos principais responsáveis pela aproximação do presidente com o Centrão. O histórico de desarranjos inclui ainda pressão sobre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o ex-líder do governo na Câmara, major Vitor Hugo (PSL-GO). No Ministério da Agricultura, nomeações para cargos feitas por Ramos têm incomodado a ministra Tereza Cristina.

Houve reações de aliados. Líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) publicou foto nesta sexta-feira ao lado de Ramos e de Bolsonaro, para se referir ao "Ministro Ramos competente na articulação política". "Entrosado com os líderes do governo e dos partidos na Câmara e no Senado, Ramos está assegurando governabilidade", escreveu Barros, que substituiu major Vitor Hugo.

Na noite de quinta-feira, Salles e Ramos chegaram a trocar 30 segundos de palavras ríspidas por telefone. Nesta sexta, estiveram juntos na apresentação do caça Gripen e, depois, almoçaram com o presidente Bolsonaro e outros ministros. Durante o almoço, trocaram apenas uma frase, para dizer que conversarão pessoalmente em outra ocasião. A data ainda não foi marcada.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895