South Summit é o ponto de encontro de startups, fundos de investimentos e empresas

South Summit é o ponto de encontro de startups, fundos de investimentos e empresas

Feira de inovação conta com palestras, painéis e exposições

Mauren Xavier, direto de Madri

South Summit é o ponto de encontro de startups, fundos de investimentos e empresas

publicidade

Considerada uma das principais feiras de inovação do mundo, South Summit pode ser considerado um ponto de encontro. No caso do evento em Madrid, que segue até está quinta-feira, a programação contou com palestras e painéis e muitas reuniões e conversas.

Neste ano, a programação foi realizada no centro de convenções chamado La Nave. Na área de exposições, estavam dezenas de estantes, que eram ocupados por startups, fundos de investimentos e empresas. Assim, era possível conhecer das mais diferentes propostas e iniciativas. Por exemplo, um dos estandes era da Amazon, que quer fazer investimentos na área de tecnologia para empresas que utilizam suas tecnologias.

Outra estrutura era da Sacyr, grupo que atua na área de infraestrutura, apresentava seus projetos de inovação e tencologia. A Renfe, empresa de trens, apresentava iniciativas que buscam emitir o impacto ambiental das suas atividades. "É um local de encontro e trocas. O tradicional  network", explica o secretário de Inovação, Luis Lamb. 

Porém, estar neste ambiente não é muito barato. Em Madrid, o ingresso custava 200 euros, o que em uma conversão simples, fica em R$ 1,3 mil. Mas, segundo os participantes, o custo vale, uma vez que esses encontros podem ser decisivos para fechar um negócio. Obviamente, por atrair pessoas de diversas partes do mundo, há um impacto local importante.

Feira de inovação é palco de reuniões e conversas / Foto: Mauren Xavier / Especial / CP 

Veja Também

A feira

A iniciativa, criada pela Espanha Startup em 2014, está sediada em Madrid e estende sua rede de conexão para o resto do mundo. A edição do evento de 2020, realizada de forma digital, reuniu mais de 52 mil espectadores. A estimativa deste ano é de que cerca de US$ 130 bilhões sejam movimentados entre investimentos e acordos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895