STF forma maioria para manter Weintraub em inquérito das fake news

STF forma maioria para manter Weintraub em inquérito das fake news

Ministro da Justiça, André Mendonça, entrou com pedido de habeas corpus para tentar tirar Weintraub do processo

R7

STF forma maioria para manter Weintraub em inquérito

publicidade

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para manter o ministro da Educação, Abraham Weibtraub, no inquérito das fake news contra ministros da Corte na noite de segunda-feira (15). 

Até o momento, seis ministros — Edson Fachin, Cármen Lúcia, Celso de Mello, Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Rosa Weber — votaram contra o habeas corpus impetrado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça,no dia 28 de maio para retirar Weintraub do inquérito. 

Ainda faltam os votos de cinco ministros — Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello — mas a expectativa é de que decisão seja unânime. 

Weintraub passou a ser investigado no inquérito após declaração durante reunião ministerial no dia 22 de abril, em que pediu a prisão de membros do Supremo. "Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF", afirmou o ministro da Educação. O julgamento, que acontece em plenário virtual, deve terminar até esta sexta-feira (19).

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895