STF forma maioria para negar habeas-corpus de Zé Trovão

STF forma maioria para negar habeas-corpus de Zé Trovão

Prisão foi decretada em 1º de setembro. Ele está foragido no México, onde pediu asilo político

R7

Caminhoneiro está foragido no México, onde pediu asilo político

publicidade

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria nesta segunda-feira para negar, mais uma vez, pedido de habeas-corpus em favor do caminhoneiro Zé Trovão. A ação foi protocolada em setembro pelos deputados federais Vitor Hugo (PSL-GO) e Carla Zambelli (PSL-SP).

Ele é alvo de mandados de busca e apreensão e de mandado de prisão expedidos pelo ministro do STF Alexandre de Moraes. Zé Trovão passou a ser investigado por ameaças à democracia depois de ter publicado vídeos incentivando protestos violentos e fazendo ofensas ao STF e a seus ministros.

O relator do caso, ministro Edson Fachin, tinha negado o pedido liminarmente. No julgamento, que ocorre no plenário virtual do Supremo, acompanharam o relator sete ministros: Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Rosa Weber, Gilmar Mendes, Luiz Fux e Roberto Barroso. Por ser o autor da decisão alvo de questionando, o ministro Alexandre de Moraes está impedido de votar; Nunes Marques ainda não votou.

A prisão preventiva de Zé Trovão foi decretada em 1º de setembro, mas ele tinha fugido para o Panamá. Depois, foi para o México, onde pediu asilo político alegando sofrer perseguição no Brasil.


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895