Vereador aciona Polícia Civil após vídeo com contexto falso sobre hospital

Vereador aciona Polícia Civil após vídeo com contexto falso sobre hospital

Investigação poderá gerar denúncia contra empresário

Flávia Simões*

Vereador afirmou que o vídeo causa um "dano irreparável à cidade"

publicidade

O vereador Leonel Radde (PT) registrou, nesta quarta-feira, um Boletim de Ocorrência contra um empresário, que, segundo o parlamentar, seria resposável por gravar um vídeo dentro do Hospital Moinhos de Vento em que indicava que a instituição estaria vazia e não com superlotação. Agora, será aberto um inquérito policial para analisar a denúncia. 

“Causa muita indignação ver pessoas esclarecidas propagando esse tipo informação”, ressaltou o vereador. Radde conta que recebeu o vídeo através de um grupo no WhatsApp. O conteúdo acabou propagado nas redes após o hospital anunciar que contrataria um contêiner para expandir o atendimento do necrotério. O Hospital Moinhos de Vento opera, nesta quinta, com 130% de ocupação no seu setor de UTI, atendendo a 86 pacientes, dos quais 84 estão com Covid-19.

Segundo o vereador, o B.O foi feito com base no seu entendimento do Art. 41 da Lei de Contravenções penais, que trata como crime “praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto”. 

“Imagina, o Moinhos teve que vir a público, fazer nota, falar com a imprensa para provar que realmente as pessoas estão morrendo”, disse Radde, ressaltando ainda a gravidade da propagação de notícias falsas em meio a um cenário de pandemia.

Veja Também



*Sob supervisão de Tiago Medina 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895