Custos de produção acumulam alta de 20,84% em 12 meses

Custos de produção acumulam alta de 20,84% em 12 meses

O motivo é o aumento do preço dos combustíveis e fertilizantes e d alta taxa de câmbio

Carolina Pastl*

publicidade

O Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) acumulado em 12 meses atingiu 20,84% em março deste ano, maior variação da série histórica, iniciada em 2010. A alta é reflexo dos aumentos do preço dos combustíveis e fertilizantes e da taxa de câmbio. Já o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) registrou elevação de 83% na mesma comparação. Neste caso, o principal motivo é a estiagem, que reduziu a oferta interna de produtos agrícolas, e o aumento da demanda por alimentos em função do Auxílio Emergencial. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), que elabora os índices.

Em relação a fevereiro, houve alta de 6,36% no IICP e de 1,65% no IIPR. De janeiro a março deste ano, a elevação é de 13,83% e 9,08%, respectivamente. No mesmo período, o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) cresceu 2,05% e o IPCA Alimentos 1,43%.

*Sob supervisão de Elder Ogliari


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895