Elevação do custo de aves e suínos supera dois dígitos no ano
capa

Elevação do custo de aves e suínos supera dois dígitos no ano

De acordo com a Embrapa Suínos e Aves, o ICPSuíno e o ICPFrango cresceram, respectivamente, 1% e 0,28%

Por
Correio do Povo

publicidade

Os custos de produção dos suínos e frangos, calculados pela Central de Inteligência de Aves e Suínos (CIAS) da Embrapa Suínos e Aves, de Concórdia (SC), tiveram alta no mês de maio, na comparação com abril.

O ICPSuíno, apurado com base no estado de Santa Catarina, maior produtor nacional, cresceu 1%, elevando o preço do quilo vivo de R$ 4,60 em abril para R$ 4,64 em maio. De acordo com a central, este é o maior valor nominal do ICPSuíno desde a sua criação. De janeiro a maio, o índice acumula alta de 10,85%.


O ICPFrango teve alta de 0,28%, elevando o custo do quilo vivo no Paraná, maior produtor da proteína no Brasil, de R$ 3,40 em abril para R$ 3,41 em maio. De janeiro a maio deste ano, ICPFrango acumula alta de 13,51%.