Em 32 frigoríficos há funcionários contaminados pelo novo coronavírus
capa

Em 32 frigoríficos há funcionários contaminados pelo novo coronavírus

Ao todo, 25,14% do total de infectados no Estado trabalham em 23 plantas frigoríficas

Por
Carolina Pastl (sob supervisão de Elder Ogliari)

Até agora, 4.957 trabalhadores foram diagnosticados com Covid-19


publicidade

O Rio Grande do Sul atingiu ontem o número de 32 plantas frigoríficas com trabalhadores infectados pelo novo coronavírus, segundo levantamento do Ministério Público do Trabalho (MPT). As unidades se localizam em 23 municípios gaúchos. Até agora, 4.957 trabalhadores foram diagnosticados com Covid-19, o que equivale a 25,14% do total de infectados no Estado, e cinco óbitos foram registrados. O MPT estima que há 65 mil trabalhadores em frigoríficos gaúchos.

Para o pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Ernesto Pereira Galindo, há relação entre o crescimento exponencial de casos de coronavírus e o setor frigorífico. Ele diz que isso ocorre em razão da elevada concentração de trabalhadores em ambientes fechados e com diversos postos de trabalho que não observam o distanciamento social mínimo seguro.


O MPT já firmou 11 termos de ajuste de conduta (TACs) com 22 unidades frigoríficas no Estado. O objetivo é comprometer as empresas a adotar medidas de prevenção à doença. Em todo o país, 81 plantas frigoríficas, com 170 mil trabalhadores, já firmaram TACs.