Esteio prepara acessos ao Parque Assis Brasil para a Expointer

Esteio prepara acessos ao Parque Assis Brasil para a Expointer

Gestão municipal qualifica área do entorno da feira e reforça equipes de vigilância no local

Nereida Vergara

Administração da cidade também responde pela gestão de resíduos e serviços de segurança

publicidade

O município de Esteio recebe, entre 27 de agosto e 4 de setembro, um fluxo de visitantes que deve ultrapassar 300 mil pessoas. A volta da Expointer, em sua 45ª edição, agora sem as limitações da pandemia, exige da prefeitura local um intenso trabalho de preparação no sentido de prover serviços essenciais no entorno do Parque de Exposições Assis Brasil, no bairro Novo Esteio.

Em seu segundo mandato e já pela sexta vez como participante da comissão organizadora da Expointer, o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, faz coro com os organizadores do evento e diz que a feira que se iniciará no final do mês deve fazer história.

Pascoal garante que a organização sente o interesse de empresas e produtores em retomar a integração com o público, limitada pelas medidas sanitárias de combate e prevenção à Covid-19, em 2020 e em 2021. "Estamos trabalhando para qualificar todo o entorno do parque, seus acessos, e também para prover as equipes necessárias para o trabalho de fiscalização de alimentos, gestão de resíduos e segurança pública", aponta o dirigente.

Segundo o prefeito, a vigilância sanitária sobre os alimentos consumidos nas áreas internas do parque e vendidos na tradicional Feira de Agricultura Familiar da Expointer são fiscalizados por equipes municipais em conjunto com os fiscais estaduais, estes com foco maior na exposição de animais. Além disso, a prefeitura aumenta a frequência da coleta de lixo no bairro, para absorver a quantidade de resíduos gerada durante. De acordo com Pascoal, não é necessário contratação de pessoal para tais tarefas, mas a prefeitura paga horas extras aos servidores municipais convocados. Neste ano, antecipa, o Parque de Exposições Assis Brasil, por decisão do governo do Estado, não terá as bancas de comerciantes que tradicionalmente ocupam as calçadas defronte os portões de acesso.

No que se refere ao ganho do município de Esteio por ser a sede de uma exposição reconhecida como uma das mais importantes do continente, Leonardo Pascoal afirma que ele não chega a ser impactante quanto à arrecadação de tributos. "Mas, o que sempre nos interessou foi ter o parque como um ativo municipal, com utilização plena e ao longo de todo o ano, o que, estamos conseguindo", avalia. A discussão pelo Estado e pela direção do Assis Brasil de criar no local um centro tecnológico voltado ao agro, um "hub de inovação", na opinião do prefeito vai potencializar ainda mais essa relação do município com a agropecuária.

A 45ª Expointer

Data: 27 de agosto a 4 de setembro 

Local: Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, localizado no Km 13 da BR 116 (via lateral)

Horário de visitação: das 8h às 20h30

Preço de ingressos: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia-entrada). Estudantes, idosos com 60 anos ou mais e pessoas com deficiência pagam meia-entrada. Crianças de até seis anos, acompanhadas dos pais ou responsáveis, têm entrada gratuita.

Estacionamento: R$ 40.

Camping (para expositores de animais): R$ 400.

O parque: com área total de 141 hectares, tem 45,3 mil metros quadradosde pavilhões cobertos, 70 mil m² de área para exposição, locais para julgamentos, espaços destinados à realização de leilões e auditórios para seminários e palestras, 10 mil vagas para estacionamento interno, restaurantes, lancherias e áreas de alimentação, auditórios e agências bancárias.

O que há para ver: são mais de 400 eventos e atrações nos nove dias de feira.

Confira algumas atividades da programação

- Exposição de animais de mais de 150 raças (incluindo bovinos de corte, leite, mistos, bubalinos, equinos, ovinos, caprinos, chinchilas, coelhos, aves e pássaros);

- Desfile dos Campeões, grande festa de inauguração da Expointer, apresentando todos os animais premiados na exposição;

- Exposição de máquinas e implementos agrícolas, com demonstrações técnicas e áreas de test-drive;

- Shows musicais e apresentações de dança;

- Feira da Agricultura Familiar, apresentando produtos da culinária colonial gaúcha, como pães, bolos e cucas, doces, salames, queijos, conservas, licores e embutidos;

- Exposição de Artesanato do Rio Grande do Sul (Expoargs), com produtos típicos regionais confeccionados em lã crua, couro e metal;

- Final do Freio de Ouro 2022, tradicional competição de cavalos da raça Crioula,considerada a raça característica do Rio Grande do Sul.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895