Especialistas apresentarão tendências do agro em fóruns diários durante a Expodireto Cotrijal

Especialistas apresentarão tendências do agro em fóruns diários durante a Expodireto Cotrijal

Além dos negócios, a feira é um momento de debate e multiplicação de conhecimentos sobre o segmento

Por
Taís Teixeira

Cultivos da soja e do milho são temas de dois tradicionais eventos que ocorrem dentro da programação da feira


publicidade

Uma agenda robusta que coloca o cenário agro em evidência. Além dos negócios, a Expodireto Cotrijal é um momento de debate e multiplicação de conhecimentos sobre o segmento. Serão sete fóruns, cada um com mais de um tema, reunindo especialistas de diversas áreas. Os assuntos escolhidos fazem parte da rotina do produtor e traduzem as necessidades da implementação de mudanças que se convertem em benefícios na conta final. O superintendente de Produção Agropecuária da Cotrijal, Gelson Melo de Lima, esclarece que, a cada edição, os temas são atualizados. “A Expodireto colabora com as entidades promotoras de cada fórum na seleção dos temas, que é feita diante do contexto e da representatividade para o setor”, ressalta. “São assuntos alinhados ao momento”, complementa.

O primeiro evento da série ocorre no dia da abertura da feira (2 de março). É o 12º Fórum Nacional do Milho, composto por dois painéis com temas distintos. Um deles será apresentado por profissionais vinculados à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) para divulgar o programa estadual Pró-Milho. A iniciativa tem o propósito de identificar e incentivar mecanismos de estímulo à irrigação, formas de aumento da produtividade, garantia de recurso para seguro e melhoria de qualidade do grão.

O segundo painel “Milho: Produção Protetiva” será conduzido pelo presidente da Apromilho-RS, Ricardo Meneghetti. Um dos organizadores do fórum e integrante do Instituto Gianelli Martins, Odacir Klein, afirma que a atividade vai acontecer num momento sensível para o produtor de milho, que teve muitos prejuízos com a estiagem no Estado e, por isso, a discussão se faz ainda mais relevante. “A cultura do milho é fundamental por aspectos agronômicos e econômicos. É uma produção protetiva essencial para a rotação de culturas e para a manutenção de qualidade de solo e de água. O milho alternado com a soja traz ganhos ao produtor por questão de sustentabilidade e preservação ambiental”, enfatiza Klein.

Outra cultura fundamental para o Rio Grande do Sul e o Brasil é a soja. O panorama atual da oleoginosa compõe as palestras do 31º Fórum Nacional da Soja, no segundo dia de Expodireto. Uma das palestras traz a tecnologia alicerçada por imagens de satélites. A apresentação será do fundador da empresa norte-americana Hypercubes, Fábio Teixeira, brasileiro que está desenvolvendo um programa espacial para o agronegócio em parceria com produtores, agrônomos e pesquisadores brasileiros. Trigo, leite, conservação do solo, turismo rural e juventude cooperativista também estão na pauta de fóruns da Expodireto 2020.



 

Programação:

12º Fórum Nacional do Milho

Segunda-feira (2 de março)

Local: Auditório Central

Horário: 14h20

31º Fórum Nacional da Soja

Terça-feira (3 de março)

Local: Auditório Central

Horário: 9h15

5º Fórum Estadual Conservação do Solo e da Água

Terça-feira (3 de março)

Local: Auditório Central

Horário: 13h45

16° Fórum Estadual do Leite

Quarta-feira (4 de março)

Local: Auditório Central

Horário: 9h

Fórum do Trigo

Quarta-feira (4 de março)

Local: Auditório Central

Horário: 15h30

13º Fórum Florestal do Rio Grande do Sul

Quinta-feira (5 de março)

Local: Auditório Central.

Horário: 9h30

9º Fórum do Jovem Cooperativista

Sexta-feira (6 de março)

Local: Auditório Central


Horário: 8h30