capa

Memorial Expodireto: Suscesso desde a largada

Relembre a trajetória de sucesso da Expodireto Cotrijal

Por
Correio do Povo

Pavilhão de agricultura familiar, comércio de embutidos. Produtos Coloniais. Cotrijal de 2008 em Não-Me-Toque

publicidade

Um dos hits de feiras agropecuárias no Rio Grande do Sul, a exposição de produtos da agricultura familiar chegou à Expodireto Cotrijal em 2008. Em um novo espaço construído no parque, já com 84 hectares de área, 92 estandes abrigaram 120 agroindústrias produtoras de embutidos, queijos, cachaças e alimentos coloniais em geral.

Com apenas dois dias de exposição, o setor conseguiu faturar R$ 125 mil, resultado muito acima do esperado, afirmou o coordenador do pavilhão, Gilmar Antônio Meneghetti. O sucesso inicial foi tão grande, que, em 2009, 160 empresas participaram da área. Também em 2008, o parque da Expodireto anunciou a construção de seu Centro de Treinamento.

O projeto contemplava 13 hectares, abrigando salas de aula, alojamentos, auditório e pavilhão para equipamentos e máquinas agrícolas. A ideia era implantar duas novas unidades didáticas no parque, direcionadas à aprendizagem da mecanização agrícola e da agricultura de precisão. 

 

 

Para relembrar a trajetória de sucesso da Expodireto Cotrijal, o Correio do Povo apresenta uma linha do tempo que relembra a história da feira. Clicando no símbolo de "menos" (-) no mapa abaixo é possível diminuir a escala de anos e navegar pelas duas décadas de feira clicando e arrastando o mouse para a direita. Confira: