Após críticas por abertura da Expointer, RS garante que regras de bem-estar animais são respeitadas

Após críticas por abertura da Expointer, RS garante que regras de bem-estar animais são respeitadas

Imagens da apresentação do 3º Regimento de Cavalaria de Guarda do Exército foram alvo de campanha contra maus-tratos aos animais as redes sociais

Correio do Povo

Durante a apresentação da cavalaria do Exército, salto de obstáculos contou com o círculo de fogo

publicidade

Marcada pelo clima de retomada do agronegócio gaúcho, a abertura oficial da 44ª Expointer, que ocorreu nesta sexta-feira no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, foi alvo de críticas de internautas nas redes sociais. O motivo foram as imagens da apresentação do 3º Regimento de Cavalaria de Guarda do Exército Brasileiro, sediado em Porto Alegre.

Como ocorre em todas as edições da feira, a abertura oficial do evento acontece no último final de semana da Expointer e conta com o desfile oficial dos animais grandes campeões de todas as raças que passaram pelos julgamentos ao longo da programação. Antes disso, o Exército também executa uma apresentação.

No perfil das redes sociais do governo do estado, contudo, uma imagem de um cavalo realizando um salto de obstáculos por um círculo de fogo recebeu milhares de comentários críticos ao uso de animais na apresentação. A fotografia postada na sexta-feira pela manhã chegou a ser apagada, mas uma onda de comentários críticos tomou outras postagens do governo, o que levou o perfil oficial a emitir nota de esclarecimento nesta manhã de sábado.

"O Comando Militar do Sul do Exército esclarece que os cavalos são treinados por equipes especializadas para emprego, por exemplo, em controle de distúrbios e confrontos em caso de Garantia da Lei e da Ordem para proteger a população", diz o texto, que complementa: "Os cavalos recebem diariamente todos os cuidados e assistências e os treinadores zelam sempre pelo bem-estar dos animais."

O governo do estado informou ainda que, de acordo com o Exército Brasileiro, todas as regras de bem-estar animal são "rigorosamente cumpridas e não há qualquer tipo de torturas ou maus-tratos". "São animais selecionados pela aptidão a superar desafios, por isso integram a elite da Cavalaria das Forças Armadas Brasileiras", conclui o texto.

O desfile dos campeões contou com 115 animais vencedores de 89 raças, conduzidos por seus criadores ou representantes. O primeiro animal a desfilar foi o grande campeão da raça Merino Australiano, da Cabanha Santa Camila, de Alegrete. Apesar do palanque lotado, foi observado o uso de máscaras. 

Leia a nota na íntegra

Na abertura oficial da 44ª Expointer, o 3º Regimento de Cavalaria de Guarda do Exército Brasileiro, sediado em Porto Alegre, fez as tradicionais demonstrações equestres no Parque Assis Brasil, em Esteio. Os militares do Regimento Osório apresentaram o Carrossel Militar, o Volteio e realizaram Salto de obstáculos diversos, um deles o círculo de fogo. O Comando Militar do Sul do Exército esclarece que os cavalos são treinados por equipes especializadas para emprego, por exemplo, em controle de distúrbios e confrontos em caso de Garantia da Lei e da Ordem para proteger a população. Os cavalos recebem diariamente todos os cuidados e assistências e os treinadores zelam sempre pelo bem-estar dos animais.

De acordo com o Exército Brasileiro, todas as regras de bem-estar animal são rigorosamente cumpridas e não há qualquer tipo de torturas ou maus-tratos. São animais selecionados pela aptidão a superar desafios, por isso integram a elite da Cavalaria das Forças Armadas Brasileiras.


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade



publicidade


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895