Campeões realizam desfile na abertura oficial da 44ª Expointer

Campeões realizam desfile na abertura oficial da 44ª Expointer

Evento contou com a presença da ministra da Agricultura Tereza Cristina e o governador Eduardo Leite nesta sexta

Nereida Vergara

Desfile dos Campeões da 44ª Expointer ocorreu nesta sexta-feira em Esteio

publicidade

Céu nublado, frio e vento não tiraram o brilho do Desfile dos Campeões da 44ª Expointer na abertura oficial da exposição, que nesta sexta-feira reuniu a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o governador Eduardo Leite, a secretária da Agricultura, Silvana Covatti, autoridades e entidades copromotoras da exposição na Pista Central do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Num discurso detalhado, depois de receber as medalhas Mérito Farroupilha, da Assembleia Legislativa, e Assis Brasil, do Governo do Rio Grande do Sul, a ministra salientou a pujança do Estado no agronegócio, segundo ela, quarto lugar em produção entre os estados brasileiros.

Os produtores gaúchos, informou, representam 14% dos contratos de crédito rural tomados com recursos do Plano Safra 2020/2021. O  estado teve, no último ciclo, 31 culturas incluídas no zoneamento agroclimático e 26.270 produtores beneficiados pelo seguro, o equivalente à cobertura de 2,3 milhões de hectares semeados. "Por isso, como ouvi alguém falar, esta não é a Expointer da retomada, é a Expointer da reafirmação, da importância do agro gaúcho", comentou.

Tereza Cristina voltou a elogiar a coragem do estado de ir em busca da evolução do seu status sanitário para zona livre de febre aftosa sem vacinação, confirmado em maio, e surpreendeu o governador com a entrega do Certificado Oficial do status emitido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Ousadia dos agricultores e pecuaristas

Eduardo Leite resumiu a concretização da Expointer à ousadia dos agricultores e pecuaristas gaúchos. Disse que esta está sendo uma exposição histórica, pois alia os resultados de uma grande safra à responsabilidade de criar um ambiente seguro ainda dentro da pandemia, mas com espaço para celebração do trabalho daqueles que criam e plantam. "Que bom quando chega o tempo da colheita e que o resultado é aquele que esperamos. Que estejamos todos juntos aqui na 45ª edição", conclamou o governador.

A secretária Silvana Covatti celebrou o evento, o primeiro do gênero a ocorrer em ambiente aberto no Brasil durante a pandemia. Silvana agradeceu a presença dos 516 expositores que acreditaram na exposição e dos criadores que trouxeram mais de 4 mil animais.

Ela fez um agradecimento especial à secretária da Saúde, Arita Bergmann, pelo planejamento e execução do conjunto de protocolos sanitários de combate à Covid-19. "Foi possível fazer essa feira graças à vacinação", lembrou Silvana, reforçando a confiança na promessa do governador de que o Rio Grande do Sul chegaria em setembro com 70%  da população vacinada.

Entidades

Entre as entidades copromotoras, se manifestaram os presidentes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag), Carlos Joel da Silva, e da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul, Gedeão Pereira. O presidente da Federação Brasileira das Associações dos Criadores de Animais de Raça (Febrac), Leonardo Lamachia, anunciou emocionado o encerramento de sua gestão à frente da entidade, no próximo mês de dezembro.

Veja Também

Lamachia apelou à ministra e ao governador para que mantenham os investimentos na fiscalização agropecuária diante do novo status. "O patrimônio genético da pecuária do Rio Grande do Sul é incalculável e tem de ser preservado", observou.

Desfile 

O desfile dos campeões contou com 115 animais vencedores de 89 raças, conduzidos por seus criadores ou representantes. O primeiro animal a desfilar foi o grande campeão da raça Merino Australiano, da Cabanha Santa Camila, de Alegrete. A cerimônia foi antecedida pela apresentação dos cavalarianos do 3º Regimento da Cavalaria de Osório. Apesar do palanque lotado, foi observado o uso de máscaras. 


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade



publicidade


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895