Expointer contará com voluntários para ajudar visitantes estrangeiros nos contatos com expositores
capa

Expointer contará com voluntários para ajudar visitantes estrangeiros nos contatos com expositores

Parceria foi firmado entre o governo do Estado e as universidades ESPM e Unisinos

Por
Jessica Hübler

publicidade

A Secretaria estadual do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT) vai montar um Serviço de Atendimento ao Estrangeiro no Pavilhão Internacional da Expointer com o objetivo de facilitar a comunicação entre expositores, agropecuaristas e empresários brasileiros e de outros países. “O atendimento vai desde o acompanhamento em reuniões de negócios até apoio em leilões ou auxílio no parque”, explica a diretora de Promoção Comercial e Assuntos Internacionais da secretaria, Sandra Schäfer.

• Expointer abre espaço para discussão de reivindicações do campo

A ação será realizada graças a um convênio firmado entre o governo do Estado e as universidades ESPM e Unisinos. “Alunos voluntários do curso de Relações Internacionais ficarão o dia todo na Expointer, com uma camiseta de identificação demonstrando que estão dispostos a ajudar quem precisar”, avisa Sandra. A equipe deve auxiliar visitantes que não falam português no deslocamento pelo parque e até mesmo na tradução de reuniões e negociações.

De acordo com Sandra, pelo menos quatro empresas do Canadá já demonstraram interesse em utilizar o serviço, que foi divulgado para as câmaras de comércio e corpo consular, durante a Expointer. É possível que muitos contatos não passem pelo serviço de apoio e sejam feitos diretamente porque a solicitação de agenda não é obrigatória. Segundo Sandra, outros países que já têm presença confirmada na 41ª Expointer são a Alemanha e o Uruguai, que terão estande no Pavilhão Internacional. Empresários argentinos e ingleses também devem estar no Parque de Exposições Assis Brasil. A lista de países participantes ainda deve aumentar.

• Com pavilhão ampliado, Feira da Agricultura Familiar aumenta em 43% número de expositores

Um dos objetivos da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia durante o evento é promover discussões sobre as energias renováveis. “Vamos tentar voltar os olhos dos expositores principalmente para a parte de biomassa, por conta da produção de dejeto animal”, antecipa a diretora de Promoção Comercial e Assuntos Internacionais.

• Bancos esperam crescimento do volume de financiamentos durante a Expointer

Conforme Sandra, os interessados podem encontrar informações sobre o tema. “Também podemos divulgar a questão para o exterior, podemos conseguir parcerias. Se os holandeses vierem, por exemplo, e até mesmo os alemães, que são especialistas no assunto, teremos um mercado que se abre, os países podem começar a investir neste segmento”, acredita. Apesar de a pasta não organizar rodadas de negócios, há uma infraestrutura disponível no local para ser utilizada pelos interessados.