Problemas sanitários cancelam tradicional feira de novilhas da Farsul na Expointer

Problemas sanitários cancelam tradicional feira de novilhas da Farsul na Expointer

Em episódio inédito, 300 animais foram barrados no acesso ao Parque de Exposições Assis Brasil

Franceli Stefani

15ª Feira de Novilhas e Ventres Selecionados estava prevista para acontecer nesta noite no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio

publicidade

A 15ª Feira de Novilhas e Ventres Selecionados prevista para acontecer nesta noite no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, foi cancelada por questões sanitárias, conforme foi confirmado pelo coordenador da Comissão de Exposições e Feiras da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Francisco Schardong. Cerca de 300 animais que chegavam ao parque na noite de quarta-feira foram impedidos de acessar. 

A chefe da Divisão de Defesa Sanitária Animal, a veterinária Rosane Collares, explica que eles foram inspecionados visualmente. “Da carga, 111 foram admitidos, 69 deles não tinham ectoparasitas, mas o teste de diagnóstico de tuberculose não estava feito de maneira correta [no caso de novilhas, precisa ser na cervical, não na prega caudal], por isso foram reprovados. Cerca de 160 foram rechaçadas pela presença de carrapatos e papilomas [verrugas]”, frisa.

De acordo com ela, foi a organização do evento que optou pelo cancelamento, já que outros animais poderiam vir e passar pela inspetoria. “Os animais vieram de vários municípios do Estado. Não foi um caso isolado, é bem corriqueiro. A gente fica triste que esse tipo de situação ocorra, mas temos um corpo técnico e um regulamento sanitário que precisa ser cumprido”, afirma Rosane.

A coordenadora lembra que neste ano animais cotados para levarem o grande campeonato da raça, vindos de fora do Estado, foram impedidos de entrar devido a presença de papilomas.

Organização do evento optou pelo cancelamento, já que outros animais poderiam vir e passar pela inspetoria | Foto: Mauro Schaefer

Lançada na primeira quinzena de agosto, a feira é uma das grandes atrações da Expointer e movimenta milhões. Neste ano, a expectativa era de atingir preços médios de R$ 6 pelo quilo vivo e contar com cerca de 500 animais de raças europeias e sintéticas.

Schardong relata que normalmente os lotes chegam e acabam saindo do parque na noite do evento ou, no máximo, na manhã seguinte. “Eles vieram e foram impedidos de entrar por questão sanitária. Nem desembarcaram. Recebemos a notícia com surpresa, a gente poderia ter conversado e contornado a situação, ficamos chateados, mas respeitamos a sanidade animal e a decisão dos profissionais”, desabafa.

O cancelamento do evento, pela primeira vez, pode comprometer a realização de outros, nas próximas edições da Expointer. “Nós vamos rever o posicionamento da Farsul, no caso de fazermos ou não a atividade”, afirma, sem dar detalhes. Conforme ele, dois eventos são tradicionais, além das novilhas - que é realizado na primavera -, que é o de terneiros, que ocorre em outubro.

Em 2018 foram comercializados 468 exemplares, em Esteio, pelo total de R$ 572,3 mil, com médias de R$ 4,87 para o quilo das novilhas prenhas, R$ 4,74 para novilhas e R$ 4,95 para terneiras.


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895