Testagem de visitantes não detecta casos de Covid-19 na Expointer

Testagem de visitantes não detecta casos de Covid-19 na Expointer

Vigilância em Saúde de Esteio realizou 155 exames durante a semana. Entre expositores, dos 5,2 mil testados, 18 tiveram resultado positivo

Eduardo Andrejew

Testagem de visitantes na 44ª Expointer

publicidade

Dados da Vigilância em Saúde de Esteio indicam que desde o dia 29 de agosto 5,2 mil pessoas, entre trabalhadores e expositores, foram submetidas a exames para detecção da Covid-19 no Parque de Exposições Assis Brasil, durante a realização da 44ª Expointer. Deste contingente, até esta sexta-feira 18 exames tiveram resultados positivos. De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde de Esteio, Taine Andriolla, estas pessoas não foram autorizadas a trabalhar no parque durante a realização do evento. 

A vigilância também iniciou um programa de testagem aleatória e voluntária entre os visitantes da feira. Do primeiro dia de portões abertos até esta sexta-feira, 155 pessoas foram submetidas ao exame, nenhuma delas com resultado positivo detectado. 

Foi confirmado, contudo, que o órgão investiga uma suspeita de infecção pelo novo coronavírus em um trabalhador do pavilhão de ovinos. Até a noite de ontem, o resultado dos exames ainda não havia sido divulgado.

As testagens de funcionários e expositores se encerraram nesta sexta-feira no portão 9. Já os testes com visitantes seguirão neste sábado, quando há previsão de um público maior do que nos outros dias. Juciara Abud Brum, de Esteio, foi abordada na saída pela equipe da enfermeira Carla Neves, que se encontrava na Casa de Esteio. “Foi meu primeiro teste, achei rápido e fácil”, disse. Ao ver o resultado negativo, ficou satisfeita. “É sempre bom ter certeza”, comentou, lembrando que neste ano vai evitar a feira no final de semana por conta do risco maior de aglomerações.

Segundo as regras em vigência, o parque Assis Brasil tem capacidade máxima de ocupação de 15 mil visitantes ao dia. Os ingressos são vendidos antecipadamente por meio eletrônico. A bilhetaria localizada no portão de entrada não comercializa bilhetes, mas tem auxiliado os interessados na compra dos tickets digitais. 


publicidade


publicidade


publicidade


publicidade



publicidade


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895