Exportação de carne de aves cresce 0,9%, mesmo com aumento nos custos

Exportação de carne de aves cresce 0,9%, mesmo com aumento nos custos

Volume embarcado alcançou 223,2 mil toneladas de janeiro a abril, segundo a Asgav

Redação

Entidade do setor diz que momento é de alerta devido aos efeitos da pandemia e a elevação no preço dos grãos

publicidade

As exportações gaúchas de carne de aves registraram um aumento de 0,9% no primeiro quadrimestre de 2021, em comparação ao mesmo período do ano passado. O volume exportado alcançou 223,2 mil toneladas de janeiro a abril, segundo a Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav). Em receita, houve aumento de 8,1%, com um faturamento de 352,1 milhões de dólares. Em abril, os embarques somaram 61,4 mil toneladas, número 11,3% acima do total registrado no mesmo mês do ano passado. 

Segundo o presidente executivo da Asgav, José Eduardo dos Santos, o momento é de alerta devido aos efeitos da pandemia e a elevação na cotação do milho e do farelo de soja. O custo dos grãos já refletiu em uma queda de 11% nos abates de aves no Rio Grande do Sul. Em abril, quase 10 milhões de aves deixaram de ser abatidas no Estado. 

Já a exportação de ovos registrou queda de 144 toneladas de janeiro a abril, alcançando um volume de 233 toneladas, o que significa uma retração de 38,3%. A receita do segmento caiu 29%, chegando a 454 mil dólares.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895