Exportação de frango cresce 11,3% no mês de agosto e 1,8% no ano

Exportação de frango cresce 11,3% no mês de agosto e 1,8% no ano

Tendência de alta nos embarques reduzem impactos do aumento de custos com o enfrentamento da pandemia e da alta dos grãos

Por
Correio do Povo

Na relação com agosto do ano passado, a receita de carne de frango reduziu de 553,3 milhões de dólares para R$ 497,8 milhões de dólares no último mês


publicidade

As exportações brasileiras de carne de frango somaram 362,4 mil toneladas em agosto deste ano, volume 11,3% superior ao de 325,7 mil toneladas contabilizado no mesmo mês do ano passado, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Em receita, porém, houve queda de 10% na mesma comparação, de 553,3 milhões para 497,8 milhões de dólares. No acumulado do ano, os embarques registraram alta de 1,8% sobre o mesmo período de 2019, chegando a 2,833 milhões de toneladas, e a receita caiu 11,3%, para 4,14 bilhões de dólares.


A China, principal destino, aumentou suas compras em 46% no mês passado, chegando a 54,7 mil toneladas. O segundo principal importador é a Arábia Saudita. “A tendência de alta nas exportações contribui para reduzir os impactos do aumento de custos com o enfrentamento da pandemia e da alta dos grãos”, disse o presidente da ABPA, Ricardo Santin.