Exportações de frango aumentam e de suínos diminuem em 2022

Exportações de frango aumentam e de suínos diminuem em 2022

Foram exportadas 2,828 milhões de toneladas de carne de frango este ano

Camila Pessôa

Embarques de carne de frango cresceram em 6%

publicidade

As exportações brasileiras de carne de frango alcançaram 2,828 milhões de toneladas nos primeiros sete meses de 2022, o que representa um aumento de 6% em relação ao mesmo período de 2021, que teve 2,668 milhões de toneladas. Por outro lado, as exportações de carne suína diminuíram em 8,9%, com um total de 606,5 mil toneladas este ano em relação às 665,4 mil toneladas do ano passado. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (4) pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

De acordo com o presidente da ABPA, Ricardo Santin, o aumento das exportações de frango ocorreu devido à crise da influenza aviária na Europa e ao conflito entre Rússia e Ucrânia. Segundo ele, o cenário traz uma tendência de que as exportações do produto continuem aumentando. 

Para a queda na exportação de carne suína, o motivo, segundo Santin, é a recuperação da China depois da crise de peste suína africana, doença que chegou ao país em 2018. Porém, o presidente da ABPA relata que enquanto houve uma queda de importações de 150 mil toneladas pela China e Hong Kong, no Brasil houve queda de 50 mil toneladas no total de exportações, o que significa que o país está bem posicionado no mercado. De acordo com Santin, o país já atingiu uma média mensal maior que 90 mil toneladas, valor próximo ao do ano passado, e a expectativa é de aumento para os próximos meses, seguindo o processo de recuperação da pandemia.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895