John Deere demite 150 na planta de Horizontina
capa

John Deere demite 150 na planta de Horizontina

Outros 30 colaboradores se desligaram ao aderir a um plano de demissão voluntária

Por
Felipe Rigon Dorneles

John Deere anunciu demissões em Horizontina

publicidade

A John Deere demitiu 150 funcionários, nesta semana, na planta de Horizontina. Outros 30 colaboradores se desligaram ao aderir a um plano de demissão voluntária. 

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Horizontina e Região, Jorge Ramos, disse que desde agosto a entidade está em tratativas com a empresa para evitar as demissões. “Eles justificam a queda nas vendas. E o mais preocupante é que não há previsão que isso possa melhorar”. As demissões foram efetivadas na terça e quarta-feira desta semana.

Em nota oficial, o Sindicato dos Metalúrgicos de Horizontina e Região lamentou as demissões e disse que, recentemente, a empresa surpreendeu a entidade ao anunciar a não efetivação do segundo turno e a necessidade de demitir trabalhadores devido a uma baixa na produção prevista para este ano.

O documento destaca ainda que o Sindicato buscou de todas as maneiras evitar essas demissões e, agora, auxilia no processo de rescisão. Busca também, junto com a John Deere, a garantia de que, quando houver admissões na empresa, esses trabalhadores sejam recolocados em seus postos de trabalho. O sindicato entende que o principal motivador dessa medida é a crise econômica e a falta de investimentos do governo federal na indústria brasileira. Isso afetaria a confiança dos empresários e produtores rurais.

Em comunicado, a John Deere "informa que está realizando ajustes no quadro de funcionários de sua fábrica de Horizontina, dos quais na sua maioria eram contratos por prazo determinado". A empresa destca que as "medidas se fizeram necessárias em razão de variações de mercado. O Sindicato dos Metalúrgicos de Horizontina foi comunicado e o processo está transcorrendo de forma transparente".

"Com 180 anos de história e um legado de integridade, qualidade, comprometimento e inovação, a John Deere reafirma seus rígidos controles de ética e de como conduz seus negócios, garantindo assim os valores da marca e a confiança dos colaboradores, concessionários e clientes", encerra o texto da empresa.