Preço da carne de frango sobe mais que o das proteínas bovina e suína

Preço da carne de frango sobe mais que o das proteínas bovina e suína

Cepea/Esalq/USP percebe redução da competitividade do produto

Patrícia Feiten

publicidade

O preço da carne de frango subiu mais do que as proteínas bovina e suína no mercado atacadista da Grande São Paulo na primeira quinzena de setembro, conforme levantamento divulgado ontem pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/Esalq/USP). Com isso, a competitividade do frango inteiro caiu pelo quarto mês consecutivo e, na comparação com a carcaça suína, é a menor desde setembro de 2012. Na média deste mês (até o dia 15), a diferença entre a carcaça especial suína e o frango inteiro é de apenas R$ 1,19 por quilo na Grande São Paulo.

Segundo o presidente da Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav), José Eduardo dos Santos, a alta do frango se deve aos custos do setor, que em 12 meses subiram 50,22%, segundo a Embrapa. No Rio Grande do Sul, apesar da perda de competitividade, o frango ainda é uma das alternativas mais baratas de consumo de carne e o mercado está equilibrado, avalia o executivo. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895