Quatro frigoríficos brasileiros estão suspensos de exportar carne à China
capa

Quatro frigoríficos brasileiros estão suspensos de exportar carne à China

A medida foi realizada pelo governo chinês e brasileiro em razão do número de trabalhadores em frigoríficos brasileiros, incluindo dois do RS, infectados pelo novo coronavírus

Por
Taís Teixeira

Só no Rio Grande do Sul, 4.957 trabalhadores foram diagnosticados com Covid-19, o que equivale a 25,14% do total de infectados no Estado


publicidade

A General Administration of Customs People’s Republic of China (GACC), órgão responsável pela habilitação de estabelecimentos exportadores para China, solicitou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informações sobre frigoríficos brasileiros com casos de Covid-19 entre seus trabalhadores. Ao total, quatro dos 102 abatedouros do Serviço de Inspeção Federal (SIF) estão suspensos temporariamente de vender carne para os chineses.


Em nota, o Mapa esclareceu que a CCGA suspendeu três plantas e o governo federal uma, que foi interditada via decisão judicial por problemas de controle da Covid-19 entre seus colaboradores. O Mapa está buscando junto à GACC as razões da suspensão dos três estabelecimentos e, ao mesmo tempo, iniciou negociações para a retomada das exportações. Dois frigoríficos no Estado estão entre os suspensos, o da JBS, de Passo Fundo, e o da Cia Minuano, de Lajeado. As empresas informaram que não vão comentar o caso.