Vencedor do Freio de Prata 2020 perde título por doping

Vencedor do Freio de Prata 2020 perde título por doping

Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Crioulo (ABCCC) divulgou resultado de exame feito no animal, o qual confirmou a presença de anti-inflamatórios não esteroides proibidos pelo regulamento da prova

Nereida Vergara

publicidade

O cavalo Fantástico de São Pedro, ganhador do Freio de Prata 2020, conquistado na Final do Freio de Ouro, durante a Expointer Digital do ano passado, perdeu nesta semana o título, alterando o resultado da competição. A Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Crioulo (ABCCC) divulgou análise de exame de doping do animal, no qual foram identificados os anti-inflamatórios não esteroidais Fenilbutazona e Flunixin, o que desrespeita o regulamento do Freio.

Fantástico, da Estância Gap São Pedro, foi montado na prova pelo ginete Fábio Teixeira da Silveira. Com a divulgação da análise, na classificação final, o cavalo Zêzere do Canguçu, da Cabanha OJ, de Erechim, que teve como ginete na competição Fagner Crescencio Espindola,  passa a ser o segundo colocado entre os machos e detentor do Freio de Prata.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895