Direto ao Ponto: os efeitos e disputas da paralisação do Imesf
capa

Direto ao Ponto: os efeitos e disputas da paralisação do Imesf

Podcast analisa repercussão da polêmica para a saúde de Porto Alegre

Por
Correio do Povo

Extinção do Instituto acarretará na demissão de 1,8 mil agentes de saúde

publicidade

Vinte postos de saúde fechados, 92 mil pessoas afetadas. Esse foi o impacto inicial do primeiro dia de paralisação dos funcionários do do Instituto Municipal da Estratégia de Saúde da Família (Imesf), em Porto Alegre. A greve ainda deve durar mais dois dias, enquanto a Câmara tenta convocar o Executivo a debater – e a prefeitura se nega a conversar enquanto houver manifestações. Com Tiago Medina.

Ouça: