O futuro dos shoppings no Brasil após a pandemia da Covid-19
capa

O futuro dos shoppings no Brasil após a pandemia da Covid-19

Por
Correio do Povo

O prefeito Nelson Marchezan Jr. assinou decreto que passa a permitir o funcionamento de “estabelecimentos comerciais e de serviços independente do enquadramento”.

publicidade

Todos os 577 Shopping Centers no Brasil foram fechados a partir das recomendações de decretos municipais e estaduais para combater a pandemia da Covid-19. Conforme esses níveis de governos flexibilizam as restrições de funcionamento, eles dão ínicio gradativa ao retorno à normalidade. Cabe às prefeituras decidirem se devem seguir fechados.

Porto Alegre recebeu autorização da administração municipal na noite de terça-feira, 19 de maio. O prefeito Nelson Marchezan Jr. assinou decreto que passa a permitir o funcionamento de “estabelecimentos comerciais e de serviços independente do enquadramento”, com uma série de restrições.

Além dos desfios econômicos trazidos pelos meses parados, lojistas e diretores desses estabelecimentos terão de enfrentar uma nova conjuntura, com novos rituais de higiene e de relação com o público. Para entender melhor a questão e discutir o futuro dos shoppings após a Covid-19, o Direto ao Ponto desta quarta-feira (20) conversa com o presidente da Associação Brasileira de Shopping Centers, Glauco Humai, e com Roberta Veloso, Superintendente do Center Shopping Rio e que há 30 anos atua nesse ramo de mercado.

O programa de áudio é apresentado por Eric Raupp e conta com a participação, neste episódio, dos repórteres Brenda Fernandez e Celso Sgorla.

Ouça:

 
Ouça este e outros episódios dos podcasts do Correio do Povo pelos principais serviços de reprodução de áudio. Basta fazer a procura por “Correio do Povo” ou pelo nome do programa. Se preferir, clique nas imagens abaixo: