Os impactos da reforma tributária no mercado editorial do RS

Os impactos da reforma tributária no mercado editorial do RS

Correio do Povo

Reforma propõe o fim da taxação do livro

publicidade

O mercado editorial brasileiro reagiu imediatamente à proposta de reforma tributária proposta pelo governo federal. Isso porque o pacote de novas medidas prevê o fim da imunidade tributária do papel que, se aprovada, se reverte na taxação de 12% ao segmento. O anúncio, feito pelo ministro da Economia Paulo Guedes, veio acompanhado de afirmações que colocam o livro como um item de consumo à elite e com o papel pouco eficaz ao incentivo à leitura da população mais vulnerável. 

O Direto ao Ponto desta quinta-feira discutiu os impactos da reforma ao mercado editorial nacional e estadual com o presidente da Câmara Rio Grandense do Livro, Isatir Bottin Filho, e a proprietária da Cirkula – editora, distribuidora e livraria –, Luciana Hoppe, de Porto Alegre.

Ouça:


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895