Privatização da Corsan: as próximas etapas e a resistência de prefeitos gaúchos

Privatização da Corsan: as próximas etapas e a resistência de prefeitos gaúchos

O Direto ao Ponto desta quarta-feira recebe a jornalista Taline Oppitz para discutir os pontos mais polêmicos do projeto

Correio do Povo

Projeto que autoriza privatização foi aprovado ontem no Legislativo

publicidade

A autorização da privatização da Corsan, aprovada nessa terça-feira pelos deputados gaúchos, permite que o Executivo encaminhe a venda de ações da companhia. Passado com êxito esta etapa, o Piratini agora se debruça no ponto mais polêmico do processo: a regionalização dos serviços. A medida encontra resistência de prefeitos e entidades, que já pediram mais tempo pra discussão da pauta.

Com expectativa de que o leilão das ações ocorra daqui seis meses, o governo trabalha com um calendário apertado visto que os parâmetros de regionalização têm de estar definidos para a construção da modelagem. 

Para discutir os principais pontos polêmicos do projeto, o Direto ao Ponto desta quarta-feira recebe a jornalista e colunista do Correio do Povo,Taline Oppitz.

Ouça:


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895