Rio Grande do Sul sem perspectiva de greve de caminhoneiros

Rio Grande do Sul sem perspectiva de greve de caminhoneiros

Correio do Povo

publicidade

Caminhoneiros do Brasil podem realizar nesta quarta-feira uma greve como forma de protesto contra a suspensão do julgamento sobre a constitucionalidade da tabela de frete pelo Supremo Tribunal Federal que deveria acontecer amanhã. No Rio Grande do Sul, os motoristas de cargas não devem aderir à paralisação da categoria. O Direto ao Ponto discute com André Costa, presidente da Federação dos Caminhoneiros Autônomos do Rio Grande do Sul (Fecam), que explica por que está não é o momento para "movimentos bruscos, extremados ou em paralelo com outras categorias”.

Ouça:

 

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895