Sete anos depois, julgamento do Caso Kiss é marcado por disputas judiciais e indefinições
capa

Sete anos depois, julgamento do Caso Kiss é marcado por disputas judiciais e indefinições

Por
Correio do Povo

publicidade

Sete anos após a tragédia em uma boate que matou 242 pessoas em Santa Maria, três dos quatro réus do Caso Kiss não têm dia, hora e nem lugar definido para ser julgado, o que faz continuar o drama das vítimas do incêndio de 2013. Em meio a disputas judiciais sobre como se dará o júri, a Associação de Vítimas junta recursos e se mobiliza para que os julgamentos todos ocorram na cidade. Com Brenda Fernández

Ouça:

 
Ouça este e outros episódios dos podcasts do Correio do Povo pelos principais serviços de reprodução de áudio. Basta fazer a procura por “Correio do Povo” ou pelo nome do programa. Se preferir, clique nas imagens abaixo: