A disputa por uma vaga na Câmara de Vereadores

A disputa por uma vaga na Câmara de Vereadores

Podcast traz os perfis e diferenças na disputa por uma vaga aos legislativos municipais neste ano

Correio do Povo

Em Porto Alegre, são 865 candidatos para as 36 vagas

publicidade

Nas eleições deste ano mais de 30 mil pessoas estão na disputa pelo cargo de vereador no Rio Grande do Sul. O número representa mais de 20 vezes a quantidade de candidatos a prefeito no Estado. Na Capital, a disputa é histórica: são 865 candidatos para as 36 vagas.

Na hora da votação, os candidatos a vereador são escolhidos pelo sistema proporcional: primeiro são selecionados os partidos mais votados e, em seguida, os candidatos mais votados.

Quem busca uma vaga no Legislativo, se eleito, terá como função elaborar, apreciar, alterar ou revogar leis da cidade, que podem surgir de dentro da Câmara ou vir direto do prefeito e até mesmo da sociedade. Em Porto Alegre, o salário é de R$ 14.573,78 mensais.

Semelhante a eleição de 2016, o perfil dos candidatos na disputa deste ano no Estado segue o mesmo da anterior: homens, brancos, casados, entre os 50 e 54 anos com o ensino médio completo. A profissão que mais se destaca também continua a mesma: agricultores.

As funções de um vereador, como eles são eleitos e o perfil dos candidatos são alguns dos assuntos abordados pelos jornalistas Mauren Xavier e Henrique Massaro na edição desta semana do podcast Matriz especial Eleições. O episódio ainda conta com participação do especialista em direito autoral, Acácio Miranda, falando sobre as diferenças na eleição deste ano.

Ouça:

 

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895