Por que os professores rejeitam as mudanças do governo?
capa

Por que os professores rejeitam as mudanças do governo?

Projeto relacionado ao magistério precisa de menos votos para a aprovação

Por
Correio do Povo

Projeto relacionado ao magistério precisa de menos votos para a aprovação

publicidade

Mobilizados pelo Cpers, professores deram início a uma greve por tempo indeterminado em rejeição ao projeto do governo de Eduardo Leite que prevê mudanças nas carreiras do magistério. Mas qual a razão de uma reação tão forte?

A proposta do Executivo são consideradas complexas nas carreiras da educação. As mudanças do Magistério são objeto específicos de um projeto, o projeto de lei (PL) 507/2019, que, principalmente, altera seu Estatuto e Plano de Carreira (a lei 6.672/74). Único PL do pacote, ele precisa de menos votos para ser aprovado. Na prática, basta maioria simples, desde que haja quórum mínimo para votação, de 28 deputados.

Esse é o tema do oitavo episódio do podcast Matriz, que tem a participação da repórter especial de política, Flavia Bemfica, e a editora de política, Mauren Xavier.

Ouça: