Cidreira revitaliza infraestrutura do Cantinho da Lagoa
capa

Cidreira revitaliza infraestrutura do Cantinho da Lagoa

Sinalização e cercamento foram instalados na praia de água doce

Por
Carmelito Bifano

Cantinho da Lagoa, em Cidreira, foi revitalizado com o cercamento e a colocação de placas de advertências

publicidade

O Cantinho da Lagoa, em Cidreira é uma boa opção para o veranista que procura uma alternativa para a água salgada do mar e da agitação da beira da praia. O balneário que fica na Lagoa da Fortaleza está de cara nova e muito mais seguro, após uma série de intervenções da prefeitura. O projeto de reformulação do local é mais amplo do que o executado, mas atende aos pedidos dos órgãos de segurança para separar usuários das águas doces da lagoa e os pilotos de jetski e seus veículos com reboque.

“Fui convocada para uma reunião com o comando do Corpo de Bombeiros para tratar da segurança no Cantinho da Lagoa e fiquei assustada com o vídeo de um piloto de jetski andando com a sua caminhonete e o reboque no meio das pessoas”, lembra a secretária de Meio Ambiente, Mara Fraga.

Desde a semana passada, funcionários trabalham em melhorias no local. Entre eles, o cercamento da praia, a criação de um estacionamento, a criação de uma entrada exclusiva para os veículos aquáticos, acesso para veículos oficiais, a construção de quatro banheiros e a colocação de lixeiras, obtidas através de uma compensação ambiental de uma empresa que cometeu um delito.

“Preferimos vir para a lagoa, pois a água é quente, mais tranquila, não é funda e limpa. Algumas pessoas vinham fazer bagunça aqui, por isso ficou melhor assim”, revelou Conrado Heinemann, de 53 anos, que estava acompanhado da irmã Daniela, de 41, e do sobrinho, Henrique, de 16.

Dois banheiros químicos foram disponibilizados no local, apesar da intenção de construir quatro, um com acessibilidade para portadores de necessidades especiais. A prefeitura ainda colocou placas proibindo a entrada de animais de estimação, conforme lei municipal, e alertando para que os usuários tomem banho exclusivamente na frente da única guarita dos Bombeiros no local.

O projeto de Mara Fraga prevê para o futuro a colocação de uma rampa de acessibilidade para a água, um trapiche, uma pracinha e uma construção de três andares para uso da secretaria, dos guarda-vidas e um mirante para observar a cidade e a lagoa. “Também vamos licitar cinco quiosques. Hoje uma família toca o único em funcionamento e, com a licitação, ele terá a oportunidade de seguir trabalhando lá”, afirmou a secretária.

Os dois guarda-vidas da lagoa trabalham ininterruptamente das 9h as 19h. A empresa de transporte público que opera na cidade tem uma linha com um veículo que liga o centro ao Cantinho da Lagoa.