Corsan e governo do Estado inauguram Estação de Tratamento de Esgoto em Capão da Canoa
capa

Corsan e governo do Estado inauguram Estação de Tratamento de Esgoto em Capão da Canoa

ETE Guarani teve investimento foi de R$ 31.982.038,25

Por
Christian Bueller

Governador Eduardo Leite participou da cerimônia e visitou o local

publicidade

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e o governo do Estado inauguraram, neste sábado, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Guarani, em Capão da Canoa, no litoral Norte Gaúcho. O evento contou com a presença do governador Eduardo Leite. O investimento foi de R$ 31.982.038,25 - por meio de recursos do orçamento geral da União e do FGTS - na ampliação da estação, que terá sua a capacidade de tratamento de esgoto aumentada de 55 litros por segundos para 128 litros por segundo, beneficiando 79.878 habitantes. Anteriormente, apenas 20% do esgoto de Capão da Canoa era tratado. Agora, a capacidade de tratamento passa a ser de 56%.

O governador afirmou que investir em saneamento significa respeitar o ambiente e gerar qualidade de vida às pessoas. Leite também destacou que a estação é primordial para a região. “Saneamento é determinante para o Estado se desenvolver. Com a ampliação da capacidade, destravam-se dezenas de processos de licenciamento e alvarás de novos empreendimentos”, disse.

Uma decisão judicial condicionava a construção de novos empreendimentos, como loteamentos e prédios, à conclusão das obras na ETE Guarani. Estima-se que 80 empreendimentos estavam paralisados pela medida. De acordo com o prefeito Amauri Germano, a estação de tratamento não está apenas ampliando, mas modernizando e qualificando a coleta de esgoto em Capão da Canoa. “Essa obra mostra que governo está voltado para os 23 municípios do Litoral Norte”, afirmou Germano.