Força-tarefa apreende 3,9 toneladas de carne e queijo impróprios para consumo em Imbé
capa

Força-tarefa apreende 3,9 toneladas de carne e queijo impróprios para consumo em Imbé

Alimentos, que estavam em locais em péssimas condições de higiene, serão incinerados

Por
Chico Izidro

Alimentos foram recolhidos em dois locais

publicidade

A Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar realizou nesta sexta-feira a sua quarta operação no Litoral Norte, com três estabelecimentos sendo autuados por causa de produtos fora de validade e estragados, impróprios para consumo. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça em depósitos em Imbé. Um deles, clandestino, localizado na Rua Brasil, teve 3,9 toneladas de carne e queijo apreendidas.

“Recebemos denúncia e encontramos aqui toda esta carne estragada, que será incinerada. Não é própria nem para dar aos animais. E o local ainda estava em péssimas condições de higiene”, analisou o promotor de Justiça Alcindo Bastos da Silva Filho, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do núcleo de Segurança Alimentar. “O proprietário não foi encontrado”, lamentou.

O outro depósito autuado foi na rua Bom Jesus. No local eram armazenados e comercializados insumos para lanches, como patês, embutidos e cremes doces, sem rótulo ou procedência definida. Os alimentos foram apreendidos e serão inutilizados.

No Balneário Mariluz, o Açougue Fronteira também foi interditado, por causa das péssimas condições de higiene. No local, foram apreendidos 636kg de produtos impróprios para o consumo, que também serão inutilizados.