Governo do RS autoriza convênio para construção da nova ponte entre Imbé e Tramandaí

Governo do RS autoriza convênio para construção da nova ponte entre Imbé e Tramandaí

Custo estimado da obra é de R$ 40 milhões

Felipe Samuel

Travessia entre os municípios é feita hoje a partir da ponte Giuseppe Garibaldi

publicidade

Uma obra aguardada há pelo menos 30 anos por moradores e veranistas de Imbé e Tramandaí, no Litoral Norte, deve sair do papel no próximo ano, com a construção de uma nova ponte ligando as duas cidades. O passo inicial foi dado hoje, no Palácio Piratini, com assinatura de autorização de convênio entre Estado e municípios. Com custo estimado de R$ 40 milhões, que serão disponibilizados pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), e contrapartida da prefeitura de Imbé no valor de R$ 2,7 milhões, o projeto prevê a construção da ponte formada por duas estruturas estaiadas idênticas, de 100 metros de comprimento, ligando as avenidas Rio Grande, em Imbé, e Beira-Rio, em Tramandaí.

Além desafogar o trânsito durante a temporada de verão, quando milhares de pessoas se deslocam ao litoral, a obra será uma alternativa para quem deseja acessar as cidades. A travessia entre os municípios é feita hoje a partir da ponte Giuseppe Garibaldi, localizada na ERS-786, localizada sobre o rio Tramandaí e composta por três pontes – duas no sentido Imbé-Tramandaí de pista única e outra de faixa dupla no sentido contrário. O prefeito de Imbé, Luis Henrique Vedovato, afirma que a ideia é começar as obras no final desse ano ou no máximo no início de 2023. "O prazo de conclusão da obra estimado é de dois anos, ou seja, final de 2024", projeta.

Ao destacar a necessidade de construção da ponte, Vedovato explica que o maior fluxo de carros no veraneio provoca congestionamentos, a exemplo do que ocorreu no Ano Novo, quando veranistas enfrentaram mais de 5 horas de engarrafamento. "Hoje temos pontes deterioradas", destaca. "Mas para quantidade de população fixa local acaba atendendo de maneira satisfatória", completa. Vedovato destaca que a população estimada das duas cidades totaliza 80 mil pessoas. "Com a chegada temporada de verão o Estado inteiro vai para o litoral. E existe um gargalo nos municípios de Tramandaí, mais ao Sul, e Imbé mais ao Norte", frisa. Ele ressalta que a nova travessia vai garantir mais segurança para bombeiros e profissionais da saúde que precisam acessar os municípios com rapidez.

Na avaliação do prefeito de Tramandaí,  Luiz Carlos Gauto, a confirmação da obra representa a realização de um sonho. "Os dois municípios clamavam pela duplicação da ponte Giuseppe Garibaldi, que tem sido muito bem atendida pelo Daer para reparos, mas que não comporta mais fluxo de veículos, principalmente na alta temporada", garante. Gauto destaca que durante o verão milhares de pessoas se deslocam para a região, que cresceu muito nos últimos anos. "Esse ano, especialmente pela pandemia do ano passado, estamos recepcionando centenas de milhares de pessoas nos dois municípios", explica.

O governador Eduardo Leite elencou os investimentos previstos em infraestrutura e outras áreas, que devem totalizar R$ 4,5 bilhões. Sobre a importância da nova ponte, Leite afirmou que os recursos previstos para a construção da obra também devem servir para reparação e melhorias das vias que dão acesso às pontes. "Tem que ter via de acesso em condições de tráfego para que seja utilizada", afirma.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895