Litoral Norte tem praias cheias apesar de vento forte

Litoral Norte tem praias cheias apesar de vento forte

Mar estava com a água morna

Chico Izidro

Em Capão da Canoa, a praia estava quase lotada

publicidade

A última semana de veraneio, que chegou com várias restrições provocadas pela bandeira preta determinada pelo governo estadual devido a pandemia do coronavírus, não diminuiu o fluxo de pessoas curtindo a praia nesta segunda-feira. Em Capão da Canoa, a praia estava quase lotada, mas com os banhistas respeitando o distanciamento social, temperatura de 26 graus, sol forte, céu sem nuvens. O único problema era o vento muito forte. O mar estava, por isso, com muitas ondas, porém com a água morna.

O casal Fernando e Lúcia Gorelik, de Porto Alegre, era um dos poucos a usar máscara na faixa de areia. Os dois chegaram em Capão da Canoa no sábado, devendo ficar até o final de semana. “Só viemos hoje à beira do mar porque não está como no final de semana, que era uma agitação enorme”, disse Lúcia. “Hoje até está vazia”, comemorou. 

“As pessoas estão sendo inconsequentes, não estão se cuidando”, disse Fernando. “Não é porque estamos na beira do mar que dá para tirar a máscara. Mas lá no centro pelo menos está todo mundo usando”, destacou. Fernando afirmou que o governo está certo em determinar o fechamento das praias à noite, mas é contra a impossibilidade de o comércio atender o público. “Mas os bares, paciência, devem ser fechados. É onde mais acontecem as aglomerações”, garantiu.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895