Operação Verão 2019 salvou 447 pessoas de afogamentos
capa

Operação Verão 2019 salvou 447 pessoas de afogamentos

Números foram divulgados durante a passagem do governador Eduardo Leite pelo Litoral

Por
Carmelito Bifano

Novo uniforme dos guarda-vidas militares do Rio Grande do Sul foi apresentado pelo comandante do Corpo de Bombeiros, coronel César Eduardo Bonfanti, ao governador Eduardo Leite e ao vice e secretário da Segurança, Ranolfo Vieira Júnior

publicidade

Durante a passagem do governador Eduardo Leite pelo Litoral Norte no final de semana, a Brigada Militar e o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul apresentaram alguns números dos primeiros 50 dias da Operação Verão 2019, iniciada em 15 de dezembro. Os salvamentos nas praias e nas águas internas subiram 10% em relação ao ano passado, 447 contra 404, e dobrou o número de óbitos, com dois registrados até o momento. Por outro lado, o número de pessoas salvas está quase 50% menor do que a média histórica, 447 contra 887.

Ao contrário de 2018, quando o maior número de salvamentos era entre jovens de 15 a 19 anos, o deste ano é de 11 a 15 anos. Neste intervalo de idades, ocorreram 68 resgates de vítimas masculinas e 34 femininas.

A maioria dos casos ocorreu entre as 16h31min e as 19h30min, com 143, seguido do intervalo entre as 14h31min e 16h30min, com 124. Nos 50 dias de operação, os guarda-vidas fizeram 104.814 intervenções preventivas.

“Passamos a focar o trabalho mais na prevenção do que no resgate, isso com uso do apito, de trabalhos educativos e de aproximação maior com os veranistas”, revelou o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel César Eduardo Bonfanti.

Com o auxílio dos guarda-vidas, 392 pessoas foram encontradas. No período, com a presença constante de águas-vivas, 83 mil acidentes com animais marinhos foram registrados.

Durante a passagem do governador por Capão da Canoa, o comandante-geral da Brigada Militar, Mario Ikeda, divulgou alguns números em relação à segurança. Mais de 14 mil ocorrências foram registradas desde dezembro, com a redução de 17% dos homicídios, 30% dos roubos e 23% dos furtos.