Prefeitura de Imbé relata que instalação de parque estava autorizada

Prefeitura de Imbé relata que instalação de parque estava autorizada

Carrinho caiu dos trilhos e deixou quatro feridos, todos de uma mesma família, na noite de terça-feira

Correio do Povo

Instituto-Geral de Perícias e Polícia Civil estão na manhã desta quarta-feira no local

publicidade

A prefeitura de Imbé divulgou nota oficial sobre o caso do acidente envolvendo a queda de um carrinho de montanha-russa no parque de diversões localizado na avenida Nilza Costa Godoy, na área central da cidade, no final da noite de terça-feira. Quatro pessoas ficaram feridas na queda do brinquedo. Na manhã desta quarta-feira, o Instituto-Geral de Perícias compareceu com a Polícia Civil no local, que está fechado e isolado. 

“A instalação do referido parque foi autorizada após assinatura de um termo administrativo que permitiu à empresa utilizar uma área pública – historicamente ocupada para a mesma finalidade na temporada de verão – para desenvolvimento das suas atividades recreativas”, esclareceu. “Tal autorização se deu após apresentação de proposta que cumpriu todas as exigências preestabelecidas pelo município no chamamento público realizado entre os meses de novembro e dezembro de 2021”, informou.

“Entre as condições para habilitação estavam a apresentação de Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs) da parte elétrica e da parte mecânica dos brinquedos, além de contrato atualizado de manutenção das estruturas, assinados por engenheiro mecânico e engenheiro elétrico contratados pela empresa”, acrescentou a prefeitura de Imbé.

“O parque também possui Alvará de Prevenção e Proteção contra Incêndio expedido pela Seção de Prevenção de Incêndio do 9° Comando Regional do Corpo de Bombeiros em 24 de dezembro de 2021”, complementou.

“O governo municipal salienta, ainda, que está prestando todo o apoio necessário à apuração dos fatos e que já disponibilizou às autoridades competentes a íntegra do processo que originou a permissão do uso de área pública, reforçando seu compromisso com a transparência e, principalmente, com a absoluta apuração dos fatos, ao mesmo tempo em que acompanha o estado clínico das quatro vítimas, torcendo pela pronta recuperação das mesmas”, concluiu na nota oficial.

A reportagem do Correio do Povo está tentando contato com a direção e com o advogado do parque de diversões. 



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895