Reunião define regras de bandeira vermelha para o Litoral Norte

Reunião define regras de bandeira vermelha para o Litoral Norte

Quadras e aparelhos de ginástica da beira-mar serão isolados,

Chico Izidro

Litoral Norte ficou definido como bandeira preta no combate à pandemia

publicidade

A Associação dos Municípios do Litoral Norte (AMLINORTE) promoveu na manhã de hoje uma reunião on-line com todos os prefeitos da região para definir as regras e ações que serão realizadas nos próximos dias, em relação ao decreto emitido pelo governador Eduardo Leite. O Litoral Norte ficou definido como bandeira preta no combate à pandemia, mas permitindo o sistema de cogestão dos municípios. No encontro, ficou acertado que a região seguirá os protocolos de bandeira vermelha, mas com restrições específicas para cada setor. As normas terão validade até o dia 1° de março (a próxima segunda-feira) e todos os estabelecimentos, igrejas e demais setores de atendimento ao público deverão ficar de portas fechadas entre às 20h e às 5h.

Em Tramandaí, o prefeito Luiz Carlos Gauto divulgou as ações que serão tomadas no município. De acordo com as normas, todas as quadras e aparelhos de ginástica da beira-mar serão isolados, ficando também proibidos jogos em quadras esportivas de todo a cidade. O estabelecimento que descumprir os protocolos será interditado por até 72h, com a possibilidade de abertura de Processo Administrativo Sanitário. As aulas seguem suspensas e sem previsão de retorno.

O prefeito de Cidreira, Alex Contini, afirmou “acreditar que as medidas são necessárias e que acabarão sendo acatadas pela população”. “Mesmo porque aqui estamos recebendo o apoio da Brigada Militar, que estará fiscalizando com rigor para que as normas sejam cumpridas”. Ele lamentou, no entanto, que as medidas vão prejudicar o comércio neste final de temporada. “Temos uma forte área de alimentação, e os restaurantes não poderão ter as portas abertas depois das 20h, bem no horário de pico. E isso vai ser sentido ainda mais no final de semana. Vai impactar mesmo a economia. Mas é necessário, infelizmente”, definiu. 

Veja Também

Veja como fica a situação em outras áreas: 

O comércio varejista (lojas e ferragens) tem de ter corrente na porta, álcool gel e aferição da temperatura dos clientes. É permitido um cliente por atendente e com distanciamento entre os mesmos (1 cliente por 6 metros quadrados), e eles só podem entrar no local depois de usarem o álcool gel e ter a temperatura aferida. A mesma regra é válida para as revendas de veículos. 

Os restaurantes só podem ter 25% de sua lotação, os pegue e leve só podem atender até às 20h. Já os tele-entrega não tem limite de horário, mas o estabelecimento comercial deverá estar fechado entre 20h e 05h. As igrejas e cultos religiosos só podem ir até às 19h45min, com limite de 20% de ocupação. Já as academias devem ter apenas 25% da ocupação. As imobiliárias funcionarão apenas em teleatendimento e atendimento on-line, e podendo pode contar com 25% dos funcionários em seu interior, desde que esteja fechada. 

Por sua vez, os salões de beleza e barbearias, apenas atendimento por agendamento. Na construção civil, apenas 75% dos trabalhadores por obra, com distanciamento mínimo de 1 metro por profissional. Os bancos, lotéricas e similares podem ter apenas 50% dos trabalhadores. E nos condomínios residenciais e áreas prediais residenciais e comerciais: 50% dos trabalhadores e fechamento das áreas comuns. A fiscalização das regras estará sendo feita, dependendo do município, pela Brigada Militar, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e a SMIC.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895